Douglas D’Silva dá show e nocauteia Gaetano Pirrello no card preliminar do UFC Las Vegas 38

Brasileiro aplica um cruzado de esquerda para vencer o belga no primeiro round; Johnny Eduardo é finalizado na primeira luta do card

D. Silva nocauteou G. Pirrello no primeiro round no UFC Las Vegas 38. Foto: Reprodução/Instagram

O Brasil terminou com 50% de aproveitamento nos dois primeiros representantes do card preliminar do UFC Las Vegas 38, em evento realizado neste sábado (2). Veterano na organização, Douglas D’Silva deu um verdadeiro show e nocauteou Gaetano Pirrello no primeiro round. Já Johnny Eduardo não teve o mesmo êxito e acabou finalizado por Alexandro Perez.

PUBLICIDADE:

Veja Também

D’Silva, agora, ‘destrava’ seu cartel no Ultimate, conta com cinco vitórias e quatro derrotas na organização e atualiza seu histórico para 27 resultados positivos, quatro negativos e um empate.

Pirrello, por outro lado, sofre sua segunda derrota e se complica na franquia. Em sua carreira, são 15 triunfos, sete reveses e um empate como profissional nas artes marciais mistas.

PUBLICIDADE:

A luta

Depois de início com muito estudo, Douglas D’Silva encurtou a distância e aplicou uma sequência de socos em Gaetano Pirrello. O brasileiro ainda tentou quedar, mas viu o belga seguir em pé e a luta voltou ao centro do cage.

A trocação do brasileiro estava afiada e, depois de medir a distância, conectou um cruzado de esquerda no queixo de Pirrello para nocautear no primeiro round. Na comemoração e bastante emotivo, ele ainda deu piruetas no octógono e agradeceu ao seu adversário pelo combate. Em entrevista pós-luta, o atleta tupiniquim anunciou que será o ‘papai’ em breve.

PUBLICIDADE:

Johnny Eduardo é finalizado por Alejandro Perez com uma chave de braço ‘inusitada’ na primeira luta do card

J. Eduardo perdeu para A. Perez no UFC Las Vegas 38. Foto: Reprodução/Instagram UFC

PUBLICIDADE:

Sem atuar há mais de três anos, Johnny Eduardo não teve vida fácil em seu compromisso na primeira luta do card preliminar do UFC Vegas 38. O brasileiro começou bem, mas sentiu ritmo e foi finalizado por Alejandro Perez com uma chave de braço ‘plástica’ no segundo round.

Johnny Eduardo começou investindo nos chutes baixos e, mais alto, conseguia trabalhar na longa distância. Alejandro Perez, por sua vez, tentava conectar overhands. Em uma das aproximações, os dois atletas partiram para a trocação franca e o mexicano atingiu e fez o brasileiro recuar. Ainda assim, a luta seguiu equilibrada até o soar do gongo.

O segundo round foi marcado pela intensidade dos dois lutadores. Enquanto Eduardo seguia trabalhando na distância, Perez já aplicava os melhores golpes e ‘inchou’ o olho do brasileiro em um dos socos. Johnny decidiu por mudar a estratégia e quedou Alejandro. Por cima, no entanto, ele não conseguiu ser efetivo e o combate voltou ao centro do cage.

O mexicano lançou boas combinações e, logo em seguida, decidiu por quedar seu adversário, onde investiu na pegada – sem sucesso – de um mata-leão. Ele ainda insistiu na chave de braço em posição de 100kg. e apenas esperou Johnny Eduardo dar os ‘três tapas’.

Agora, em sua carreira, Johnny não consegue voltar ao caminho das vitórias e está cerca de cinco anos sem vencer um combate. Profissional desde 1996, o brasileiro conta com um cartel de 28 triunfos e 13 reveses.

Ex-campeão do ‘The Ultimate Fighter’, Perez alivia sua situação no Ultimate e, veterano na organização, agora tem um retrospecto de 22 resultados positivos, oito negativos e um empate.

Com cotovelada brutal, Stephanie Egger nocauteia Shanna Young no segundo round

Egger bateu Young no segundo round do UFC Vegas 39; Foto: Reprodução/Instagram UFC Brasil

Representante dos galos (até 61,2kg.) do Ultimate, Stephanie Egger apostou no judô e, com uma cotovelada, derrotou Shanna Young na segunda luta do card preliminar. A suíça esteve por cima e, com um jogo de grappling, foi superior à norte-americana para vencer pela primeira vez na organização.

Com o triunfo, Egger conseguiu sua sexta vitória em sua trajetória no MMA, enquanto também tem duas derrotas.

Young, por outro lado, foi descoberta no ‘Contender Series’, ainda não conseguiu um triunfo no Ultimate e entra em uma situação delicada. Em sua carreira, são sete resultados positivos e quatro negativos.

Resultados do UFC Las Vegas 38

CARD PRINCIPAL

Peso meio-pesado (até 93kg.): Thiago Marreta derrotou Johnny Walker na decisão unânime dos juízes (48-47, 48-47, 48-47)

Peso médio (até 83,9kg.): Kevin Holland x Kyle Daukaus terminou Sem Resultado (No Contest) no R2 por uma cabeçada não intencional de Daukaus em Holland

Peso meio-médio (até 77kg.): Niko Price derrotou Alex Cowboy na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso médio (até 83,9kg.): Krzysztof Jotko derrotou Misha Cirkunov na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28)

Peso leve (até 70,3kg.): Alexander Hernandez derrotou Mike Breeden por nocaute a 1m20s do R1

CARD PRELIMINAR

Peso pena (até 65,7kg.): Jared Gordon derrotou Joe Solecki na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28)

Peso mosca (até 56,7kg.):  Casey O’Neill derrotou Antonina Shevchenko por nocaute técnico a 4m47s do R2

Peso galo (até 61,2kg.): Karol Rosa derrotou Bethe Pitbull na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-26, 30-27)

Peso leve (até 70,3kg.): Jamie Mullarkey derrotou Devonte Smith por nocaute técnico a 2m51s do R2

Peso galo (até 61,2kg.): Douglas D’Silva derrotou Gaetano Pirrello por nocaute a 2m04s do R1

Peso galo (até 61,2kg.): Stephanie Egger derrotou Shanna Young por nocaute técnico a 2m22s do R2

Peso galo (até 61,2kg.): Alejandro Perez finalizou Johnny Eduardo com uma chave de braço a 4m13s do R2

Podcast #39: Prévia de Aldo, Charles e Amanda + 14 anos de SUPER LUTAS