Yan confirma favoritismo, vence Sandhagen por pontos e conquista cinturão interino dos galos no UFC 267

Ex-campeão linear, russo dá uma aula de boxe e derrota norte-americano na decisão unânime dos juízes

P. Yan (dir.) superou C. Sandhagen (esq.) na decisão unânime dos juízes. Foto: Reprodução/Instagram

Protagonista do segundo combate mais importante do UFC 267, realizado neste sábado (30), na ‘Ilha da Luta’, em Abu Dhabi (EAU), Petr Yan confirmou seu favoritismo, superou Cory Sandhagen na decisão unânime dos juízes (49-46, 49-46, 49-46) e conquistou o cinturão interino dos galos (até 61,2kg.). Com show de técnica, os dois lutadores fizeram um duelo animado, em trocação franca por boa parte do tempo.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Com a vitória, Yan segue credenciado à disputa linear do título depois da polêmica desclassificação contra Aljamain Sterling e, agora, a revanche deve mesmo sair do papel. Apontado, por muitos, como o melhor lutador até 61,2kg., o russo conseguiu sua 16ª vitória na carreira. Ele também tem duas derrotas.

Sandhagen, por outro lado, perde a chance de vestir, pela primeira vez, um cinturão do Ultimate. O norte-americano, desta forma, sente o ‘sabor amargo’ do quarto resultado negativo. Em sua carreira, são 14 triunfos e quatro reveses.

PUBLICIDADE:

A luta

A atmosfera – e torcida – estava ao lado de Yan, que já era apontado como favorito para o combate. Sandhagen, no entanto, teve as iniciativas iniciais com chutes baixos e jabs para manter a distância sobre seu oponente. O combate, ainda assim, era marcado por muito estudo e grande movimentação dos dois competidores. Enquanto o norte-americano se movimentava, o russo apostava suas fichas na aproximação e tentava encurralá-lo. No último minuto, Cory ainda tentou uma queda e, sem sucesso, recebeu um soco de Petr.

Com os atletas já aquecidos, o segundo round teve um ritmo frenético e de alto nível desde os segundos iniciais. Sandhagen, que buscava manter a distância, já era tocado com facilidade e, por outro lado, trabalhava os golpes traumáticos e na linha da cintura. Já Yan trocava as bases com frequência e também conseguia conectar boas sequências no boxe.

PUBLICIDADE:

Reconhecido, justamente, por aumentar sua intensidade à medida que o tempo passe, o russo já media a distância e entrava em momentos esporádicos em suas sequências. Por outro lado, o norte-americano mostrava um ímpeto ofensivo maior, ainda que já aparentasse certo cansaço. Até que, em um golpe rodado, Petr Yan conseguiu atingir em cheio o rosto de Cory Sandhagen – que caiu em knockdown. Entretanto, o atleta não conseguiu ‘liquidar a fatura’ e deu margem para seu oponente se recuperar.

PUBLICIDADE:

E o boxe de Petr Yan, de fato, começava a aparecer com uma frequência maior. À vontade no combate, o russo era superior nos diretos e cruzados na curta-distância e Cory Sandhagen andava para trás. Ainda assim, os dois atletas seguiram na trocação franca e animavam o público presente.

Depois de grande intensidade dos lutadores, o último round seguiu com a mesma característica: grandes golpes em pé. E, já superior, Petr Yan continuava a conectar as melhores combinações e Cory Sandhagen já ficava mais estático. Nos segundos finais, os dois atletas trocaram socos intensos e saíram sob aplausos por suas respectivas atuações.

Resultados do UFC 267

CARD PRINCIPAL (15h, horário de Brasília)

Peso meio-pesado: Jan Blachowicz x Glover Teixeira – Luta pelo cinturão

Peso galo: Petr Yan derrotou Cory Sandhagen na decisão unânime dos juízes (49-46, 49-46, 49-46) – Luta pelo cinturão interino

Peso leve: Islam Makhachev derrotou Dan Hooker por finalização (chave de braço) aos 3m25s do R1

Peso pesado: Alexander Volkov derrotou Marcin Tybura na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 29-28)

Peso meio-médio: Khamzat Chimaev derrotou Jingliang Li por finalização (mata-leão) aos 3m16s do R1

Peso meio-pesado: Magomed Ankalaev derrotou Volkan Oezdemir na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 29-28)

CARD PRELIMINAR (11h30, horário de Brasília)

Peso palha: Amanda Ribas derrotou Virna Jandiroba na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso pena: Zubaira Tukhugov derrotou Ricardo Carcacinha na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso médio: Albert Duraev derrotou Roman Kopylov na decisão unânime dos juízes (30-27, 29-27, 29-27)

Peso meio-médio: Elizeu Capoeira derrotou Benoit Saint-Denis na decisão unânime dos juízes (29-26, 29-26, 29-26)

Peso meio-pesado: Michal Olekzsiejczuk derrotou Shamil Gamzatov por nocaute técnico (socos) aos 3m31s do R1

Peso pena: Lerone Murphy derrotou Makwan Amirkhani por nocaute (joelhada voadora) aos 0m14s do R2

Peso médio: Andre Petroski derrotou Yaozong Hu por finalização (estrangulamento) aos 4m46s do R3

Peso mosca: Tagir Ulanbekov derrotou Allan Puro Osso na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28)

Podcast #40: José Aldo ainda pode ser campeão no UFC?