Covington domina Masvidal e vence rival por pontos na luta principal do UFC 272

Em luta de amigos, Colby abusa de luta agarrada e supera Jorge em confronto de antigos amigos na luta principal

C. Covington derrotou J. Masvidal no UFC 272. Foto: Reprodução/Instagram

Jorge Masvidal prometeu um massacre, mas o que prevaleceu na luta principal do UFC 272 foi o jogo tático de Colby Covington. No confronto entre ex-amigos, o ‘Caos’ fez um combate tático, abusou da luta agarrada e anulou a trocação do adversário para ser declarado vencedor na decisão dos juízes. O evento aconteceu neste sábado (5), em Las Vegas (EUA).

PUBLICIDADE:

Veja Também

Com a vitória, Covington se recuperou da derrota sofrida para Kamaru Usman. Além de voltar ao caminho dos resultados positivos, o norte-americano defendeu a primeira posição no ranking do grupo até 77kg. Hoje, o ‘Caos’ figura atrás apenas do campeão na divisão.

Amplamente dominado no UFC 272, Masvidal acabou se complicando ainda mais na categoria. Agora, o ‘Jesus das Ruas’ soma três tropeços em sequência e se afastou da chance de voltar ao top 5 dos meio-médios.

PUBLICIDADE:

Após o anúncio oficial, Colby não escondeu o que pretende para a sequência na carreira. Em alto e bom tom, o ex-campeão interino desafiou Dustin Poirier, outro antigo parceiro de Americano Top Team e outro desafeto público.

A luta

O confronto começou com Masvidal arriscando uma joelhada voadora, que passou no vazio. Colby respondeu com um overhand, que também não tocou o adversário. Passado pouco mais de um minuto, o ex-campeão interino buscou as pernas e tentou aplicar uma queda no oponente. Covington tentava dominar as costas, enquanto Jorge se protegia como podia. Masvidal ficou de pé, mas foi novamente colocado para baixo pelo antigo amigo. Colby passou a ensaiar um mata-leão e Jorge apenas se protegia. O confronto seguia com vantagem para Covington e Masvidal pouco conseguia produzir. No minuto final, Jorge conseguiu ficar de pé e foi para cima do oponente, mas não havia mais tempo.

PUBLICIDADE:

Na segunda etapa, Jorge tomou a iniciativa com um overhand, que passou no vazio. Covington respondeu com um chute alto. O ataque não tocou o oponente e fez com que o ex-campeão interino se desequilibrasse. Colby ficou de pé e o embate voltou a ser disputado na trocação. Masvidal passou a se soltar no confronto e lançava combinações de socos e chutes no oponente. Passado pouco mais de um minuto, Covington voltou a investir na queda, e passou a pressionar o antigo amigo contra as grades. O embate foi momentaneamente interrompido após um golpe baixo de Colby. Na volta, os lutadores partiram para a trocação franca. O público vibrava com cada ataque desferido pelos protagonistas. Perto do minuto final, Covington arriscou um chute, mas acabou se desequilibrando. Masvidal foi para cima, mas acabou tendo a posição revertida pelo adversário. Jorge conseguiu ficar de pé e os atletas voltaram para a batalha. No fim da etapa, Covington levava a melhor na trocação e, na sequência, voltou a pressionar o oponente contra as grades. Jorge se afastou e respondeu com combinações no corpo do adversário. Perto do fim, Jorge balançou após um direto do ex-amigo, mas não havia mais tempo.

PUBLICIDADE:

O terceiro round começou com Masvidal arriscando um chute alto, que explodiu na guarda de Covington. Em resposta, Colby foi para a luta agarrada, mas Jorge conseguiu se desvencilhar. Com pouco mais de um minuto de embate, Covington conseguiu a queda e trabalhava no ground and pound. O ex-campeão interino agredia com cotoveladas e imprimia seu ritmo no combate. Por baixo, Jorge tentava resistir aos ataques do adversário. Restando pouco mais de um minuto, Covington seguia ‘sobrando’ no confronto e dominava as ações. Quase no fim da etapa, Colby tentava chegar às costas e tentava o mata-leão. Jorge se protegia e tentava impedir as investidas do antigo companheiro de equipe. Nos segundos finais, Masvidal conseguiu se desvencilhar e encaixou dois diretos no oponente, mas o cronômetro zerou.

No quarto assalto, Masvidal lançou um cruzado, que passou no vazio. ‘Jesus das Ruas’ lançou mais dois chutes, mas os ataques paravam na guarda de Covington. Como resposta, Colby buscou as pernas do adversário e voltou a tentar a queda. Jorge conseguia se defender, mas o oponente seguia ‘grudado’. Na metade da etapa, Jorge conseguiu se desvencilhar e os atletas partiram para trocação franca. Covington levava vantagem e balançava o antigo amigo com uma dura sequência de cruzados. Posteriormente, Colby voltou a apostar na luta agarrada. Perto do minuto final, Masvidal abalou Covington com um cruzado. O duelo passou a ser tenso, com os dois lutadores buscando o nocaute. A etapa acabou com os atletas se estudando no centro do octógono.

O último round começou com Covington fintando ataques e, na sequência, levando o adversário para baixo. Com muito tempo para trabalhar por cima, o ex-campeão interino buscava as transições e ensaiava o mata-leão. Masvidal conseguiu ficar de pé, mas Colby seguia ‘colado’ às suas costas. Conforme os minutos passavam, Jorge dava sinais de cansaço e pouco produzia no embate. Colby continuava tentando chegar às costas e buscava o estrangulamento. Restando pouco mais de um minuto para o fim da luta, Jorge não conseguia reagir e Colby continuava com mais volume no confronto. Perto de acabar o confronto, Colby continuava agredindo, mas não havia mais tempo.

Resultados do UFC 272

CARD PRINCIPAL

Peso meio-médio (até 77kg.): Colby Covington derrotou Jorge Masvidal na decisão unânime dos juizes (49-46, 50-44, 50-45)

Peso casado (72,6kg): Rafael dos Anjos derrotou Renato Moicano na decisão unânime dos juízes (49-45, 49-44, 50-44)

Peso pena (até 65,7kg.): Bryce Mitchell derrotou Edson Barboza na decisão unânime dos juízes (30-25,30-26, 30-27)

Peso meio-médio (até 77kg.): Kevin Holland derrotou Alex Cowboy por nocaute técnico a 38s do R2

Peso pesado (até 120,2kg.): Sergey Spivak derrotou Greg Hardy por nocaute técnico a 2m16s do R1

CARD PRELIMINAR

Peso leve (até 70,3kg.): Jalin Turner derrotou Jamie Mullarkey por nocaute técnico a 46s do R2

Peso palha (até 52,1kg.): Marina Rodriguez derrotou Yan Xiaonan na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28)

Peso meio-pesado (até 93kg.): Nicolae Negumereanu derrotou Kennedy Nzechukwu na decisão dividida dos juízes (27-29, 29-27,29-27)

Peso mosca (Até 56,7kg.): Maryna Moroz derrotou Mariya Agapova por finalização (katagatame) aos 3m27s do R2

Peso pena (até 65,7kg.): Umar Nurmagomedov derrotou Brian Kelleher por finalização (mata-leão) aos 3m15s do R1

Peso mosca (até 56,7kg.): Tim Elliott derrotou Tagir Ulanbekov na decisão unânime dos juízes (29-28,29-28, 29-28)

Peso leve (até 70,3kg.): Ludovit Klein derrotou Devonte Smith na decisão dividida dos juízes (28-29,29-28,30-27)

Peso meio-pesado (até 93kg.): Dustin Jacoby derrotou Michal Oleksiejczuk na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Podcast #67: Durinho fez o pix para Yanex após nocaute em lutador que falou mal do Brasil + UFC Austin: card do ano