Mayra Sheetara mostra evolução, bate chinesa por pontos e alivia situação no UFC

Brasileira vai bem e por pouco não finaliza, mas sai com os ‘braços erguidos’ na decisão unânime dos juízes

M. Sheetara (dir.) bateu W. Yanan no UFC Vegas 51. Foto: Reprodução/Instagram @ufc

Em sua primeira apresentação no octógono em 2022, Mayra Sheetara aliviou sua situação no UFC Las Vegas 51, evento realizado neste sábado (16). No card principal, a brasileira mostrou evolução e teve bons momentos no combate contra a chinesa Wu Yanan. Ela venceu na decisão unânime dos juízes em sua estreia na divisão das galos (até 61,2kg.).

PUBLICIDADE:

Veja Também

Assim, Sheetara respira na organização depois de três lutas – duas derrotas e um empate – sem vencer. A brasileira conta com um cartel de oito triunfos, dois reveses e um empate na carreira.

Yanan pode ser demitida do Ultimate com um novo revés. Em sua passagem, são quatro reveses e apenas um triunfo, com carreira de 12 resultados positivos e cinco negativos.

PUBLICIDADE:

A Luta

Wu Yanan começou o combate controlando o centro do cage, com golpes na longa distância. Sheetara, por sua vez, rechaçava a aproximação em chutes baixos. Com cerca de dois minutos de luta, Mayra entrou em boa combinação e, de esquerda, atingiu Wu, que foi ao solo. A chinesa, no entanto, soube respirar e se recuperou da pressão. Nos segundos finais, a brasileira aplicou mais um cruzado para confirmar a vantagem no round.

Com ímpeto agressivo, Mayra também seguiu em vantagem e se sentia à vontade na trocação. Por isso, Wu decidiu por colocar a luta no solo e ainda escapou de um triângulo da adversária. Ainda que estivesse por baixo, Sheetara deu o ‘bote’ por uma kimura e, por pouco, não finalizou.

No último round, Mayra se expôs e seguiu marchando para frente, com bons golpes na linha da cintura. Por outro lado, Wu ainda tentou demonstrar o último gás e teve bons momentos, mas não fez o suficiente para tirar a vantagem da brasileira.

PUBLICIDADE:

Pat Sabatini justifica favoritismo e bate TJ Laramie por pontos

Em luta válida pela divisão dos pesos penas (até 65,7kg.), Pat Sabatini fez valer o grande favoritismo nas casas de apostas para superar o estreante TJ Laramie. Com base no grappling, o norte-americano impôs forte ritmo e saiu com os ‘braços levantados’ após três rounds de amplo domínio no combate.

Com isso, Sabatini segue invicto com quatro vitórias na organização. Em sua carreira, são 17 triunfos e três reveses. Descoberto no ‘Contender Series’, Laramie ainda não venceu na empresa e encontrou o segundo resultado negativo – sendo o quinto em sua carreira. Ele também tem outras 12 vitórias.

PUBLICIDADE:

Com Gilbert Durinho no corner, Ange Loosa perde em sua estreia no UFC

A. Loosa (esq.) foi superado por M. Lazzez (dir.) em sua estreia no UFC. Foto: Reprodução/Instagram @ufc

A estreia no UFC pode ser traumatizante ou melhor que a imaginada em ‘sonhos’. Para Ange Loosa, no entanto, não foi boa. Com Gilbert Durinho em seu corner, o lutador perdeu para Mounir Lazzez na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27) em seu debute na organização.

Em combate plástico e técnico, o ex-Contender Series sentiu a responsabilidade por ter assumido o compromisso na semana do combate. Em sua carreira, agora, Loosa acumula oito triunfos e três reveses. Lazzez, que entrou favorito nas casas de apostas, voltou a vencer na organização e soma 11 resultados positivos e dois negativos.

Resultados do UFC Las Vegas 51

CARD PRINCIPAL

Peso meio-médio (até 77kg.): Vicente Luque x Belal Muhammad

Peso médio (até 83,9kg.): Caio Borralho x Gadzhi Omargadzhiev

Peso meio-médio (até 77kg.): André Fialho derrotou Miguel Baeza por nocaute técnico a 4m39s do R2

Peso galo (até 61,2kg.): Mayra Sheetara derrotou Wu Yanan na decisão unânime dos juízes (29-28, 30-27, 29-28)

Peso pena (até 65,7kg.): Pat Sabatini derrotou TJ Laramie na decisão unânime dos juízes (30-26, 30-26, 30-26)

Peso meio-médio (até 77kg.): Mounir Lazzez derrotou Ange Loosa na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

CARD PRELIMINAR

Peso pesado: Devin Clark derrrotou William Knight por nocaute a 3m21s do R3

Peso galo (até 61,2kg.): Pannie Kianzad derrotou Lina Lansberg  na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28, 29-28)

Peso leve (até 70,3kg.): Drakkar Klose derrotou Brandon Jenkins por nocaute técnico a 33seg. do R2

Peso leve (até 70,3kg.): Rafa Garcia finalizou Jesse Ronson com um mata-leão a 4m50s do R2

Peso pesado (até 120,2kg.):  Martin Buday derrotou Chris Barnett na decisão unânime dos juízes  (30-27, 30-27, 30-27)

Peso leve (até 70,3kg.): Jordan Leavitt derrotou Trey Ogden na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28)

Peso palha (até 52,1kg.): Sam Hughes derrotou Istela Nunes na decisão majoritária dos juízes (29-27, 28-28, 29-27)

Peso galo (até 61,2kg.): Heili Alateng derrotou Kevin Croom por nocaute técnico 47seg. do R1

Podcast #69: Alex Poatan brilha e Adesanya sai vaiado no UFC 276