Jorge Masvidal aniquila Ben Askren em nocaute mais rápido da história do UFC

Atleta não dá tempo para falastrão norte-americano lutar e elimina oponente com cinco segundos de luta no UFC 239

Masvidal consegue nocaute sobre Askren. Foto: Reprodução / Facebook @ufc

O norte-americano Jorge Masvidal impressionou o mundo do MMA ao aplicar um nocaute impressionante sobre Ben Askren no UFC 239, realizado neste sábado (6), em Las Vegas. Com uma joelhada voadora, o norte-americano precisou de cinco segundos para decretar o nocaute mais rápido da história do Ultimate.

Veja Também

Claudia Gadelha espanta má fase e derrota Randa Markos no UFC 239
UFC 239: Marreta faz luta dura, mas Jon Jones vence na decisão dividida dos juízes
Amanda Nunes aplica belo nocaute em Holly Holm e mantém cinturão no UFC 239

O público presente foi à loucura com um dos duelos mais esperados da noite. No terceiro duelo do card preliminar, Jorge Masvidal colocou fim na invencibilidade de 20 lutas de seu desafeto confesso.

Durante toda a promoção do UFC 239, os adversários se provocaram e aumentaram cada vez mais a expectativa para o encontro deste final de semana.

Com o triunfo, Jorge, que já havia se mostrado insatisfeito por não ter ganhado uma chance para disputar o cinturão, voltou a pedir para que lute pelo título dos meio-médios (até 77kg.). Atualmente, o detentor da cinta é o nigeriano Kamaru Usman.

A luta

Não houve tempo para que Ben Askren pudesse colocar em jogo o seu conhecido talento no Wrestling. Após o árbitro declarar o início do combate, os lutadores partiram para cima um do outro, mas, em um momento de muita felicidade, Masvidal conectou uma joelhada voadora de encontro no compatriota, que apagou na hora.

Ao fim, houve preocupação com a integridade física de Askren, que deixou o octógono amparado pelos médicos da companhia antes mesmo do anúncio oficial do vencedor.

Blachowicz nocauteia Rockhold e frustra estreia de noret-americano nos meio-pesados

J. Blachowicz em vitória pelo UFC. Foto: Reprodução/Twitter @ufc

O ex-campeão dos médios (até 83,9kg.), Luke Rockhold não teve a estreia que sonhava entre os meio-pesados (até 93kg.). Sem lutar há mais de um ano, o atleta subiu ao octógono com a visível estratégia de realizar o embate no chão, o norte-americano teve seus planos frustrados em consequência da grande força física de Blachowicz e acabou sucumbindo ao poder de nocaute de seu oponente.

Com a vitória, Jan, atualmente na 6ª colocação no ranking da categoria, pediu após a peleja uma luta pelo cinturão, que hoje pertence a Jon Jones.

Esta é a segunda derrota seguida de Luke na organização. O ex-campeão vem de revés para Tyron Woodley no combate ocorrido em fevereiro do ano passado.

O embate começou com Luke aplicando um bom chute alto no rosto de Jan. O polonês absorveu bem e tentou devolver, mas sofreu outro chute do norte-americano. Após fingir mais um golpe, Rockhold buscou as pernas do oponente para tentar levar o combate para o chão. Blachowicz se mostrava preparado e defendia bem as investidas de Luke. Nas grades, o norte-americano pressionava o polonês e permanecia gastando a energia do oponente. Com a falta de ação, a plateia iniciou uma vaia para os lutadores. Na tentativa de se desvencilhar, Jan conseguiu conectar um bom soco em Rockhold, que provocou sorrindo. Após quatro minutos de combate, Luke começou a dar sinais de cansaço. Percebendo a redução do ímpeto do norte-americano, Blachowicz começou a se soltar na peleja e soltar golpes contra o corpo de Rockhold. No segundo final, Jan desferiu um chute alto na cabeça de Luke, que balançou, mas, por sorte, a buzina soou.

Rockhold iniciou a segunda etapa partindo para cima do polonês. Muito forte, Blachowicz mostrava perigo quando soltava os golpes em Luke. O norte-americano novamente tentou levar o oponente para o chão, mas se frustrava pela resistência de Jan. Após conseguir se desvencilhar da investida de Rockhold, o polonês novamente conseguiu conectar um soco limpo na cabeça de Luke, que desabou. Restou a Jan golpear o norte-americano e aguardar que até que o árbitro interrompesse o embate.

Resultados do UFC 239

 

CARD PRINCIPAL

Peso meio-pesado (até 93kg.): Jon Jones derrotou Thiago Marreta na decisão dividida dos juízes (48-47, 47-48, 48-47)

Peso galo (até 61,2kg.): Amanda Nunes derrotou Holly Holm por nocaute aos 4m10s do R1

Peso meio-médio (até 77kg.): Jorge Masvidal derrotou Ben Askren por nocaute aos 5s do R1

Peso meio-pesado (até 93kg.): Jan Blachowicz derrotou Luke Rockhold por nocaute aos 1m39s do R2

Peso meio-médio (até 77kg.): Michael Chiesa derrotou Diego Sanchez na decisão unânime dos juízes (30-26, 30-26, 30-26)

CARD PRELIMINAR

Peso pena (até 65,7kg.):  Arnold Allen derrotou Gilbert Melendez na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso galo (até 61,2kg.): Marlon Vera derrotou Nohelin Hernandez por finalização a 3m25s do R2

Peso palha (até 52,1kg.): Cláudia Gadelha derrotou Randa Markos na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso galo (até 61,2kg.): Song Yadong derrotou Alejandro Perez por nocaute aos 2m04s do R1

Peso médio (até 83,9kg.): Edmen Shahbazyan derrotou Jack Marshman por finalização a 1m12s do R1

Peso meio-médio (até 77kg.): Chance Rencountre derrotou Ismail Naurdiev na decisão unânime dos juízes (29-27, 29-28, 30-27)

Peso galo (até 61,2kg.): Julia Avila derrotou Pannie Kianzad na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-26, 30-26)

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário