Weili Zhang vive expectativa de se tornar a primeira campeã chinesa do UFC: ‘Ficaria orgulhosa’

Rival de ‘Bate-Estaca’ neste sábado, no UFC Shenzhen, lutadora afirma impacto positivo que uma vitória sobre a brasileira causaria em seu país

J. Andrade (esq.) e W. Zhang (dir.) em primeira encarada para o UFC Shenzhen. Foto: Reprodução/YouTube UFC

A chinesa Weili Zhang realizará o sonho de disputar o cinturão do Ultimate neste sábado (31), no UFC Shenzhen, quando encara a campeã Jéssica Andrade, pelo título das palhas (até 52,1kg.). Com apenas três lutas e sem derrotas pelo Ultimate, a lutadora conquistou o direito de desafiar ‘Bate-Estaca’ e trocará forças com a brasileira no octógono neste final de semana. Em caso de vitória, Weili já imagina como ela passaria a influenciar a vida da população de seu país como primeira representante da China como campeã do UFC. A declaração foi feita em entrevista ‘BJPenn.com’.

Veja Também

Jan Blachowicz afirma ser o único homem capaz de bater Jon Jones e pede luta por cinturão
Elizeu Capoeira mostra ansiedade para duelo deste sábado: ‘Doido para sair na porrada’
Anthony Johnson retorna ao UFC em 2020, entre os pesados, e quer enfrentar Cigano, diz empresário

“Eu ficaria muito orgulhosa (de ser campeã). Isso criaria um grande impacto no desenvolvimento do MMA na China, especialmente para as mulheres. Elas vão saber que elas podem correr atrás de seus sonhos, não importa quais sejam, e podem brilhar em qualquer campo, inclusive, no esporte”, declarou Zhang.

Não é de hoje que o Ultimate tenta expandir seus negócios para o continente asiático. Com uma campeã na China, certamente a organização aumentaria seus lucros, além de influenciar no surgimento de novos talentos locais.

Em seu último compromisso, Zhang bateu a norte-americana Tecia Torres em combate ocorrido em março deste ano. O triunfo trouxe a Weili o direito de desafiar Andrade, que conquistou seu título após derrotar Rose Namajunas no UFC 237, que aconteceu no Rio de Janeiro, em maio.

Para o duelo contra ‘Bate-Estaca’, a chinesa afirmou ter consciência dos perigos que correrá. No entanto, a lutadora conta que se preparou para uma verdadeira batalha contra Jéssica e está preparada para se tornar a nova número um.

“Eu posso dizer que muitas das minhas habilidades podem causar danos em Andrade, tanto meus chutes, finalizações e muito mais. Eu nunca imagino fazer um combate longo. Eu vou aproveitar todas as oportunidades para derrubar minha oponente e acabar com a luta o mais rápido possível”, finalizou a lutadora.

Atualmente, Zhang, de 30 anos, soma um impressionante cartel com 20 combates e apenas uma derrota. A chinesa sofreu o único revés da carreira na sua luta de estreia, quando perdeu na decisão dos juízes para Meng Bo, em 2013.

Jéssica, por sua vez, realizará sua primeira defesa de cinturão. A paranaense, hoje, tem 27 anos e já se apresentou em 26 oportunidades, com 20 triunfos e seis reveses. Andrade não sabe o que é perder desde se encontro com a ex-campeã da divisão, Joanna Jedrzejczyk.

Relação de lutas do UFC Shenzhen

CARD PRINCIPAL (7h, horário de Brasília)

Peso palha (até 52,1kg.): Jéssica Bate-Estaca x Weili Zhang

Peso meio-médio (até 77kg.): Li Jingliang x Elizeu Capoeira

Peso mosca (até 56,7kg.): Mark de la Rosa x Kai Kara-France

Peso pena (até 65,7kg.): Zhenhong Lu x Movsar Evloev

Peso mosca (até 56,7kg.): Wu Yanan x Mizuki Inoue

CARD PRELIMINAR (4h, horário de Brasília)

Peso meio-médio (até 77kg.): Kenan Song x Derrick Krantz

Peso médio: Anthony Hernandez x Jun Yong Park

Peso galo (até 61,2kg.): Andre Soukhamthath x Su Mudaerji

Peso meio-pesado (até 93kg.): Da Un Jung x Khadis Ibragimov

Peso leve (até 70,3kg.): Damir Ismagulov x Thiago Moisés

Peso galo (até 61,2kg.): Karol Rosa x Lara Procópio

Peso galo (até 61,2kg.): Batgerel Danaa x Heili Alateng

 

 

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments