Kevin Lee falha no corte de peso para luta contra Charles do Bronx, mas luta é mantida no UFC Brasília

Norte-americano estoura limite dos leves em mais de 1kg., mas é confirmado como oponente do brasileiro para este sábado; restante dos atletas cumprem obrigações

K. Lee falha no corte de peso para o UFC Brasília. Foto: Reprodução/Instagram @motownphenom

Acatando medidas preventivas após decreto divulgado pelo governo do Distrito Federal, a pesagem do UFC Brasília, que aconteceu na manhã desta sexta-feira (13), transcorreu de maneira atípica. Sem a presença da imprensa, os atletas passaram pelas aferições e fizeram as tradicionais encaradas antes do espetáculo deste sábado (14). O destaque ficou para Kevin Lee, um dos protagonistas da noite, que falhou ao tentar chegar no limite dos leves (até 70,3kg.), estourando em 1,1kg. A luta contra Charles do Bronx, no entanto, foi mantida.

Veja Também

Ultimate antecipa horário do UFC Brasília e evento tem início às 16h, neste sábado
Demian Maia é cotado como azarão no duelo brasileiro contra Gilbert Durinho no UFC Brasília
Jussier Formiga acredita que vitória neste sábado o credencia à disputa do cinturão dos moscas

Buscando uma vitória para encostar no pelotão de frente da categoria liderada por Khabib Nurmagomedov, Charles do Bronx acabou levando um susto em sua aferição. O atleta chegou para pesar usando os shorts da organização, mas acabou não conferindo o peso necessário. No entanto, o paulista, ao tirar toda a roupa, cravou o limite e confirmou presença no card.

Lee foi o último atleta a chegar à balança. O norte-americano ultrapassou o horário estipulado para o término das contabilizações e, mesmo assim, não cumpriu o compromisso. Visivelmente abatido, Kevin teria mais 1h para prosseguir na desidratação, mas sua equipe preferiu interromper o corte de peso. Com a falha, o norte-americano vai repassar 20% de sua bolsa para o brasileiro.

Para as demais lutas, não houve mais surpresas. Representantes do embate co-principal do espetáculo, Gilbert Durinho e Demian Maia passaram sem dificuldades pelo último desafio antes da batalha de sábado. Os meio-médios (até 77kg.) cravaram 77,3kg., fazendo uso da libra (0,454g) de tolerância.

Outra luta aguardada é o retorno de Johnny Walker ao octógono após o duro revés sofrido para Corey Anderson no UFC 244, em novembro. O brasileiro, que encara Nikita Krylov no card principal, bateu o mesmo peso do rival. Ambos confirmaram 93,4kg.

Os outros 18 lutadores chegaram aos limites e garantiram suas apresentações no UFC Brasília.

Confira os pesos do UFC Brasília

CARD PRINCIPAL 

Peso- eve: Kevin Lee (71,9kg.) * x Charles do Bronx (70,8 kg.)

Peso meio-médio: Demian Maia (77,3 kg.) x Gilbert Durinho (77,3 kg.)

Peso leve: Renato Moicano (70,5 kg.) x Damir Hadzovic (70,3 kg.)

Peso meio-pesado: Johnny Walker (93,4 kg.) x Nikita Krylov (93,4 kg.)

Peso leve: Francisco Massaranduba (70,8 kg.) x John Makdessi (70,3 kg.)

CARD PRELIMINAR 

Peso mosca: Jussier Formiga (57,1 kg.) x Brandon Moreno (57,2 kg.)

Peso palha: Amanda Ribas (52,4 kg.) x Randa Markos (52,6 kg.)

Peso meio-médio: Elizeu Capoeira (77,6 kg.) x Alexei Kunchenko (77,1 kg.)

Peso galo: Rani Yahya (61,7 kg.) x Enrique Barzola (61,6 kg.)

Peso mosca: Mayra Sheetara (57,2 kg.)x Maryna Moroz (57,2 kg.)

Peso mosca: Bruno Bulldoguinho (56,9 kg.) x David Dvorak (57,2 kg.)

Peso galo: Veronica Macedo (61,5 kg.) x Bea Malecki (61,7 kg.)

*Estourou o limite da divisão em 1,1kg.

**Em lutas não válidas pelo cinturão, os atletas têm um limite de uma libra (0,454g) de tolerância sobre o peso oficial de suas respectivas categorias.

 

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário