Cinco motivos para assistir ao UFC 255, com Deiveson Figueiredo e Jennifer Maia disputando cinturões

Paraense defende seu posto de campeão dos moscas pela primeira vez enquanto curitibana tenta fazer história e desbancar Valentina Shevechenko; Maurício Shogun e Ariane Lipski também são atrações

D. Figueiredo (esq.) e J. Maia (dir.) estão entre os quatro protagonistas do UFC 255. Foto: Montagem SUPER LUTAS

Os fãs brasileiros de MMA têm motivos de sobra para acompanhar o UFC 255. Neste sábado (21), em Las Vegas (EUA), Deiveson Figueiredo e Jennifer Maia serão protagonistas do maior evento de novembro, com duas disputas de cinturão, na divisão dos moscas (até 56,7kg.). O paraense defende o título contra Alex Perez, enquanto a curitibana tenta destronar a temida Valentina Shevchenko. Ao todo, estão programadas 11 lutas.

Veja Também

Como assistir o UFC 255, com Deiveson Figueiredo e Jennifer Maia lutando pelo cinturão, AO VIVO pela televisão e internet
Para se firmar na história, Deiveson revela planos de enfrentar Garbrandt e Henry Cejudo
Com luta no sábado, Shogun reconhece distância do cinturão, mas afirma: ‘Nunca estive tão bem’
Inspirada em Rocky Balboa, Jennifer Maia quer transformar fantasia em realidade contra Shevchenko no UFC 255

Campeão absoluto no peso mosca desde julho, Figueiredo quer dar seguimento ao seu reinado contra Alex Perez, chamado para o confronto para substituir Cody Garbrandt, que, em outubro, deixou o evento por lesão.

Disposta a fazer história no MMA, Jennifer terá o duro papel de calar muitos críticos, que apontam a campeã como grande favorita. A brasileira faz sua primeira disputa de cinturão no UFC.

Perto da aposentadoria, o final de semana também trará o lendário Maurício Shogun no octógono. Sem perder desde julho de 2018, o ex-campeão dos meio-pesados (até 93kg.) do Ultimate reeditará o confronto com Paul Craig, que terminou em empate, em novembro do ano passado, pelo UFC São Paulo.

No card preliminar, o verde-amarelo será representado pela promissora Ariane Lipski. Representante do peso mosca, a tupiniquim enfrentará Antonina Shevchenko, irmã de Valentina, e tentará confirmar a boa fase na organização.

Para entrar no clima, nossa equipe selecionou cinco motivos para acompanhar o UFC 255. Confira:

1) O reinado de Deiveson Figueiredo

Campeão do Ultimate depois de derrotar brutalmente Joseph Benavidez por duas vezes, o Deiveson conquistou o posto de único homem brasileiro a ostentar um cinturão do UFC na atualidade. Conhecido por sua agressividade e versatilidade com que conduz seus confrontos, o ‘Deus da Guerra’ quer provar que terá um longo reinado na categoria.

Recentemente, o paraense foi muito elogiado por Daniel Cormier, que apostou em uma trajetória de muito sucesso do brasileiro como líder da divisão. Para fazer valer a fala de DC, Figueiredo deverá passar por Alex Perez, que, em outubro, aceitou o desafio de substituir Cody Garbrandt, que se lesionou e foi obrigado a deixar o posto.

Além de defender seu título, Deiveson busca ampliar sua série invicta para cinco lutas. O brasileiro tem apenas uma derrota na carreira em 20 compromissos. O revés aconteceu em março do ano passado, quando foi batido por pontos pelo compatriota Jussier Formiga.

2 ) Alex Perez: um perigo real

A. Perez (foto) enfrenta D. Figueiredo no UFC 255. Foto: Reprodução/Instagram

Embora não seja um adversário de grande renome – assim como foi Benavidez -, Perez quer mostrar serviço e deixar exposto que o UFC não errou em escalá-lo para o lugar de Garbrandt. Atual número quatro no ranking da categoria, o norte-americano vem de grande vitória sobre Formiga, único homem na história que venceu Deiveson.

No Ultimate desde dezembro de 2017, Alex chegou à organização depois de sua participação no ‘Dana White’s Contender Series’. Conhecido tanto por seu poder de nocaute, quanto pelas suas qualidades no chão, Perez vai tentar surpreender Deivesono na luta principal da noite.

Em sete compromissos com as luvas da companhia, Alex foi derrotado apenas uma vez, no encontro contra a última vítima de Figueiredo, Joseph Benavidez. Hoje, Perez ostenta uma série invicta de três resultados positivos.

3) Valentina: a supercampeã

V. Shevchenko é campeã no peso mosca desde 2018. Foto: Reprodução/Facebook UFC

Rainha do peso mosca desde dezembro de 2018, Valentina Shevchenko vem colocando dúvidas nos fãs sobre se existe alguma mulher no grupo que pode superá-la. Neste final de semana, a quirguistanesa colocará seu cinturão em jogo pela quarta vez e, para se manter no topo, deverá fazer valer seu favoritismo contra Jennifer Maia.

Em suas três defesas de título até o momento, três vitórias mais do que dominante. Contra Jessica Eye, em 2019, um nocaute avassalador com um chute na cabeça, que apagou a adversária. Dois meses depois, a vítima foi a veterana Liz Carmouche, que perdeu na decisão dos juízes. Em 2020, pelo UFC 247, Valentina voltou a brilhar contra Katlyn Chookagian. No novo desafio, um novo nocaute.

Conhecida como uma das melhores lutadoras da história recente do MMA, Shevchenko, no entanto, deverá dar seu melhor para não ser surpreendida por uma Jennifer Maia faminta.

4) Jennifer Maia e a zebra brasileira

J. Maia (foto) terá o desafio de desbancar V. Shevchenko no UFC 255, pelo cinturão no peso mosca. Foto: Reprodução/Instagram

Quem acompanha o MMA há mais tempo sabe que zebras acontecem no esporte. Os fãs do esporte já viram grandes campeões como Georges St-Pierre e Anderson Silva sucumbirem para adversários que eram considerados minorias nas casas de aposta.

Neste sábado, Jennifer terá a oportunidade de entrar para o grupo de lutadores que calaram os críticos e ‘quebraram as bancas’. No maior estilo ‘Holly x Ronda’, a brasileira tentará chocar o mundo e surpreender uma das melhores do mundo.

Contra Valentina, a curitibana terá a chance de entrar para a história e conquistar o lugar mais alto da divisão. Para isso, a atleta tem que manter a tranquilidade e deixar a pressão de lado, para que possa colocar sua estratégia em prática.

Hoje, Maia é a brasileira que é a lutadora tupiniquim menos favorita da história que chega para lutar por um título. Nas casas de apostas, a curitibana ‘paga’ 10 para 1.

5) Maurício Shogun: a última corrida

M. Shogun (esq.) e P. Craig (dir.) fizeram uma encarada tensa para o UFC 255. Foto: Reprodução/Instagram

Um dos grandes responsáveis pela difusão do MMA no mundo, Maurício Shogun está cada dia mais próximo do fim de sua carreira. Lenda do extinto Pride e ex-campeão no meio-pesado do UFC, o brasileiro de 38 anos, quer fazer bonito nas lutas que lhe restam, antes de deixar o esporte em definitivo.

Depois de vencer Rogério Minotouro, em agosto, e encerrar uma trilogia histórica entre eles, Shogun tem um novo acerto de contas contra outro conhecido. No UFC 255, o curitibano vai enfrentar Paul Craig e reeditará um duelo realizado em novembro do ano passado, quando os lutadores empataram no evento realizado em São Paulo.

Enquanto Shogun busca encerrar sua carreira com chave de ouro, Craig quer ter uma vitória sobre um dos maiores nomes do MMA brasileiro de todos os tempos. Atualmente, Maurício ocupa a 14ª posição no ranking liderado por Jan Blachowicz. Paul é o 15º.

Ficha técnica do UFC 255

Data: 21 de novembro de 2020

Horário: A partir das 20h30 (horário de Brasília)

Local: UFC Apex, Las Vegas, Estados Unidos

Como assistirSUPER LUTAS AO VIVO em tempo real e Canal Combate (todo o card) pela TV

CARD PRINCIPAL (0h, horário de Brasília)

Peso mosca: Deiveson Figueiredo x Alex Perez – Luta pelo cinturão

Peso mosca: Valentina Shevchenko x Jennifer Maia – Luta pelo cinturão

Peso meio-médio: Mike Perry x Tim Means

Peso mosca: Katlyn Chookagian x Cynthia Calvillo

Peso meio-pesado: Maurício Shogun x Paul Craig

CARD PRELIMINAR (20h30, horário de Brasília)

Peso mosca: Brandon Moreno x Brandon Royval

Peso médio: Joaquin Buckley x Jordan Wright

Peso mosca: Antonina Shevchenko x Ariane Lipski

Peso meio-médio: Nicolas Dalby x Daniel Rodriguez

Peso meio-médio: Alan Jouban x Jared Gooden

Peso médio: Kyle Daukaus x Dustin Stoltzfus

Peso meio-médio: Louis Cosce x Sasha Palatnikov

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments