Cinco motivos para assistir ao UFC 259, com três disputas de cinturão

Com um dos melhore cards dos últimos anos, UFC 259 protagoniza show com 15 lutas; Show traz Blachowicz, Adesanya, Amanda Nunes, Thiago Marreta e Petr Yan

J. Blachowicz (esq.) tenta impedir que I. Adesanya (dir.) conquiste seu segundo cinturão no Ultimate. Foto: Reprodução/Instagram

Chegou o grande momento. Neste sábado (6), Las Vegas (EUA) será palco de um dos maiores eventos do Ultimate dos últimos anos. No UFC 259, a organização presenteará os fãs com um super evento, que contará com três disputas de cinturão e mais 12 apresentações ao longo da noite. O espetáculo começará às 19h30 (horário de Brasília).

Veja Também

O último embate do show marcará o aguardado encontro entre Jan Blachowicz e Israel Adesanya. No confronto, o polonês tentará realizar sua primeira defesa de cinturão dos meio-pesados (até 93kg.), enquanto o nigeriano busca fazer história e conquistar seu segundo título na empresa.

PUBLICIDADE:

Na luta co-principal, ela! Maior lutadora de todos os tempos, Amanda Nunes volta ao octógono para ‘guardar’ sua ‘coroa’ no peso pena (até 65,7kg.). Neste final de semana, a brasileira terá pela frente a perigosa Megan Anderson.

Outro confronto esperado pelos fãs é o embate entre Petr Yan e Aljamain Sterling. Após meses de provocações nas redes sociais, o russo tentará manter o cinturão dos galos (até 61,2kg.) e, para isso, deverá parar um adversário rápido e técnico.

PUBLICIDADE:

Além das disputas dos títulos, a torcida brasileira terá mais o que acompanhar. No card principal, Thiago Marreta será a atração tupiniquim. No preliminar, Rogério Bontorin, Livinha Souza e Amanda Lemos (as compatriotas se enfrentam) representam o verde-amarelo.

Para entrar no clima, nossa equipe selecionou cinco motivos para acompanhar o UFC 259. Confira:

PUBLICIDADE:

1) Superluta entre Blachowicz e Adesanya

I. Adesanya (dir.) pode se tornar mais um atleta a conquistar dois cinturões em divisões diferentes. Foto: Reprodução/Instagram

A cereja do bolo do espetáculo está no último combate. Para a empolgação dos espectadores, o Ultimate decidiu dar a chance de sua nova estrela, Israel Adesanya, conquistar um segundo título na organização.

Campeão absoluto dos médios (até 83,9kg.), o nigeriano decidiu se testar nos meio-pesados (até 93kg.) para tentar fazer história na companhia. Para conseguir tal façanha, no entanto, Israel não terá tarefa fácil. O atleta precisará superar a força física de Jan Blachowicz, que faz sua primeira defesa de título.

PUBLICIDADE:

A força e a velocidade serão elementos que poderão definir o confronto. Enquanto o polonês tem vantagem na potência, Adesanya levará para o octógono toda sua qualidade técnica, que, ao longo dos últimos anos, vem encantando os fãs do esporte.

Caso supere Blachowicz, Israel entrará para o seleto grupo de lutadores que ostentam dois cinturões em divisões diferentes. Por outro lado, se Jan sair vencedor, ele, além de manter seu posto, se tornará o primeiro homem a derrotar o nigeriano em um confronto de MMA.

2) Amanda Nunes defende reinado

A. Nunes (esq.) fará sua segunda defesa de cinturão no peso pena. Foto: Reprodução/Instagram

Considerada, por muitos, como a melhor lutadora de todos os tempos, Amanda Nunes fará sua primeira luta desde que se tornou mãe. Invicta há mais de seis anos e lenda viva do MMA feminino, a baiana tem uma nova defesa de seu título dos penas (até 65,7kg.).

Neste final de semana, um novo duelo perigoso para a brasileira. Na luta co-principal, a campeã trocará forças contra Megan Anderson, especialista na luta em pé.

O compromisso marca a segunda defesa de título da ‘Leoa’ nesta categoria, da qual é campeã desde dezembro de 2018, quando bateu Cris Cyborg. Agora, a atleta precisará vencer mais uma rival de nível para mostrar que é, de fato, a melhor atleta do MMA em atividade.

Para ter o braço erguido no fim, a brasileira, no entanto, deverá atuar com inteligência, evitando as mãos pesadas de uma adversária que é famosa pelo poder de nocaute. A baiana, então, deverá fazer sua experiencia prevalecer, já que a combatente não perde uma luta profissional há 11 duelos.

3) Petr Yan busca se firmar na história

P. Yan (esq.) tenta se manter no topo do peso galo. Foto: Reprodução/Instagram

Assim como Blachowicz, Petr Yan também debutará no octógono como campeão do UFC. Líder do peso galo desde julho de 2020, quando bateu José Aldo, o russo terá um novo desafio de peso.

Após meses de provocações via imprensa e redes sociais, o líder da categoria colocará seu título em jogo contra o atual número um no ranking do grupo, Aljamain Sterling.

Conhecido pelo seu boxe de excelência, Yan terá pela frente uma disputa de estilos. Enquanto o russo é referência na luta em pé, Sterling é especialista no confronto agarrado.

Durante a semana do evento, o desafiante deixou claro que sua estratégia para a disputa será levar o campeão para o chão. Resta saber se, no momento do combate, Aljamain cumprirá o prometido.

Apesar do adversário ter tornado pública sua estratégia, Petr não se mostrou nervoso com a possibilidade. O russo avisou que vencerá o rival em qualquer situação que a luta transcorrer.

4) Thiago Marreta e a redenção

T. Marreta vem de duas derrotas consecutivas no UFC. Foto: Reprodução/Instagram

Xodó brasileiro no peso meio-pesado, Thiago Marreta está de volta. Depois de ser derrotado por Glover Teixeira na luta que marcou seu retorno ao octógono após mais de um ano de inatividade (por lesões), o tupiniquim terá mais uma oportunidade de se recuperar.

Conhecido como um dos homens que mais se aproximaram de vencer Jon Jones (em 2019), Marreta tentará retomar a trajetória rumo a uma nova disputa de cinturão. Para isso, o combatente terá de vencer Aleksandar Rakic no duelo que abre o card principal.

Vindo de duas derrotas consecutivas (uma delas para Jones), Thiago precisa provar que está 100% recuperado das graves lesões que teve nos joelhos quando enfrentou o ex-campeão. Contra Glover, o brasileiro teve bons momentos, mas acabou sucumbindo ao jiu-jitsu afiado do compatriota.

Neste sábado, Marreta deve ser submetido a um duelo de trocação franca, já que Rakic também é famoso pelo seu poder de nocaute. O vencedor da luta deve ficar em ótima condição para lutar pelo título em um futuro próximo.

5) Card preliminar de respeito

D. Cruz (esq.) participa de luta que encerra o card preliminar. Foto: Reprodução/Instagram

Para esquentar o clima das lutas principais da noite, o UFC 259 contará com um card preliminar de gala. Na primeira metade do show, estão programadas 10 pelejas, uma delas, um confronto brazuca.

No terceiro embate da noite, Livinha Souza e Amanda Lemos trocarão forças em combate promovido no peso palha (até 52,1kg.). Enquanto Souza tenta progredir no top 15 da categoria liderada por Weili Zhang, Lemos busca chegar à elite da divisão e, para isso, precisa vencer a compatriota.

O terceiro brasileiro a subir no octógono no show será Rogério Bontorin. Destaque no peso mosca (até 56,7kg.), o lutador realizará um confronto direto contra Kai Kara-France. Os atletas do top 10 precisam vencer para encostar no grupo que busca desafiar o campeão, Deiveson Figueiredo.

Vítima de Deiveson, o veterano Joseph Benavidez volta à ativa para a luta que pode selar sua trajetória no MMA. Atropelado por Figueiredo por duas vezes em 2020 (uma delas rendeu ao brasileiro o cinturão), o norte-americano enfrentará Askar Askarov. Quando foi batido pelo ‘Deus da Guerra’, Benavidez tornou público que se aposentará quando vencer o próximo compromisso.

Fechando o card preliminar, um ex-campeão. Um dos maiores nomes da história do peso galo, Dominick Cruz se apresentará depois da dura derrota sofrida para Henry Cejudo, em maio da temporada passada. O combatente enfrentará Casey Kanney e tentará voltar aos holofotes para uma nova luta pelo título.

Ficha técnica do UFC 259

Data: 6 de março de 2021

Horário: A partir das 19h30 (horário de Brasília)

Local: UFC Apex, Las Vegas, EUA

Como assistirSUPER LUTAS AO VIVO em tempo real e Canal Combate (todo o card) pela TV

CARD PRINCIPAL (0h, horário de Brasília):

Peso meio-pesado: Jan Blachowicz x Israel Adesanya – Luta por cinturão

Peso pena: Amanda Nunes x Megan Anderson – Luta por cinturão

Peso galo: Petr Yan x Aljamain Sterling – Luta por cinturão

Peso leve: Islam Makhachev x Drew Dober

Peso meio-pesado: Thiago Marreta x Aleksandar Rakic

CARD PRELIMINAR (19h30, horário de Brasília):

Peso galo: Dominick Cruz x Casey Kenney

Peso galo: Song Yadong x Kyler Phillips

Peso mosca: Joseph Benavidez x Askar Askarov

Peso mosca: Rogério Bontorin x Kai Kara-France

Peso mosca: Tim Elliott x Jordan Espinosa

Peso meio-pesado: Kennedy Nzechukwu x Carlos Ulberg

Peso meio-médio: Sean Brady x Jake Matthews

Peso palha: Livinha Souza x Amanda Lemos

Peso leve: Uros Medic x Aalon Cruz

Peso galo: Mario Bautista x Trevin Jones

Leia Mais sobre: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,


Comentários

Deixe um comentário

Resultados do UFC 300 Resultados do UFC Las Vegas 90 Resultados do UFC Atlantic City Resultados do UFC Las Vegas 89 Resultados do UFC Las Vegas 88