Cinco motivos para assistir ao UFC Las Vegas 41, com ‘Borrachinha x Vettori’ e esquadrão brasileiro

No penúltimo ‘evento brasileiro’ de outubro, Paulo encabeça card com sete tupiniquins e a promessa é de grande espetáculo

P. Borrachinha (esq.) e M. Vettori (dir.) em encarada para o UFC Las Vegas 41. Foto: Reprodução/Instagram

Passadas as polêmicas sobre o peso de Paulo Borrachinha na semana da luta, está tudo certo para o UFC Las Vegas 41. Neste sábado (23), a promessa tupiniquim dos médios (até 83,9kg.) retorna ao octógono para o desafio contra Marvin Vettori e lidera um verdadeiro esquadrão brasileiro. Ao todo, sete combatentes levarão o verde amarelo para o octógono.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Antigo desafiante ao cinturão do grupo até 83,9kg., Borrachinha volta à ativa depois de mais de 12 meses sem se apresentar profissionalmente. Pela frente, o lutador terá a última vítima de Israel Adesanya e o embate pode garantir um dos dois o retorno à condição de desafiante.

Ainda no card preliminar, ele. Francisco Massaranduba tem seu segundo compromisso em 2021. O xodó brasileiro divide o octógono com Dwight Grant.

PUBLICIDADE:

Na primeira metade do evento, mais cinco tupiniquins. Gregory Robocop, Tabatha Ricci, Maria Oliveira, Daniel Miojo e Livinha Souza tentarão dar show nos confrontos.

Para entrar no clima, nossa equipe selecionou cinco motivos para assistir ao UFC Las Vegas 41. Confira:

PUBLICIDADE:

 1) Borrachinha, Vettori e o cinturão

P. Borrachinha (esq.) e M. Vettori (dir.) se enfrentam no UFC Las Vegas 41. Foto: Montagem SUPER LUTAS

PUBLICIDADE:

Curiosamente, a luta principal do UFC Las Vegas 41 coloca frente a frente as duas últimas vítimas de Israel Adesanya, atual campeão dos médios. Derrotados pelo nigeriano, Borrachinha e Vettori tentam a redenção dentro da empresa

Hoje, o brasileiro ocupa a segunda colocação no grupo. Apesar de não ter conseguido cumprir o compromisso firmado para se apresentar nos médios, o mineiro, em caso de uma grande performance, pode ultrapassar possíveis concorrentes, como Jared Cannonier e Derek Brunson, já que possui uma rivalidade antiga com o atual campeão.

Enquanto Paul foi duramente batido por Israel com um nocaute, em setembro de 2020, Marvin teve uma disputa de cinco rounds contra o nigeriano, em junho desta temporada, mas também não teve sucesso. O italiano acabou perdendo na decisão unânime dos juízes e, agora, busca uma nova oportunidade de desafiar o campeão.

O confronto entre ambos será realizado nos meio-pesados (até 93kg.). A divisão foi acordada na semana do duelo, já que o mineiro, na última quarta-feira (20), afirmou que não seria capaz de chegar ao limite estabelecido.

2) Borrachinha e a obrigação de vencer

P. Borrachinha (foto) em pesagem pelo UFC. Foto: Reprodução/Instagram

Depois de descumprir o acordo inicial para o confronto, mas ser mantido no card, Borrachinha precisa dar um verdadeiro show para não perder prestígio com a diretoria do UFC. Ainda em 2021, o brasileiro teve nova polêmica, quando cobrou publicamente a empresa por melhores pagamentos.

A declaração de Paulo não foi bem recebida pelo ‘chefão’, Dana White. Irritado com a atitude do tupiniquim, o mandatário sugeriu que o mineiro encerrasse as lutas que tem em contrato para poder seguir outro caminho.

Com os ânimos acalmados, Borrachinha está, de fato, de volta. Conhecido pela agressividade dentro do octógono, o brasileiro que precisou de apenas cinco lutas para atuar pelo título da organização pode dar a volta por cima.

A última vitória do atleta no UFC aconteceu em 2019, quando protagonizou uma batalha histórica com Yoel Romero. Na sequência, o mineiro seria escalado para disputar o cinturão contra Adesanya.

3) Massaranduba no card principal

F. Massaranduba em vitória pelo UFCFoto: Reprodução/Instagram

Considerado um xodó da torcida brasileira, Francisco Massaranduba tenta conquistar a primeira vitória desde sua estreia nos meio-médios (até 77kg.) da organização. Com 43 anos recém-completados, o veterano terá uma luta que, no papel, tem tudo para tirar o fôlego dos espectadores.

Neste sábado, o brasileiro fará sua segunda apresentação no ano e enfrenta o perigoso Dwight Grant. Os dois são conhecidos pelo poder de nocaute e gostarem da trocação franca.

Os ingredientes, então, estão colocados à mesa. A luta acontece no card principal.

4) Duelo Brazuca

T. Ricci (esq.) e M. Oliveira (dir.) em encarada para o UFC Las Vegas 41. Foto: Reprodução/YouTube

No card preliminar, um duelo entre duas promessas dos palhas (até 52,1kg.) será destaque. As promissoras Tabatha Ricci e Maria Oliveira tentam escrever seus nomes no grupo que, hoje, é liderado por Rose Namajunas.

De um lado, Ricci tenta somar seu primeiro resultado positivo com as luvas do Ultimate. A combatente debutou na empresa em junho, mas não conseguiu vencer e ainda amargou o primeiro tropeço de sua carreira.

No outro córner, a prodígio, Maria Oliveira. Com 24 anos, a lutadora chega ao Ultimate amparada nada mais, nada menos, que por Jéssica Bate-Estaca, antiga campeã da categoria. Conhecida pelo poder de nocaute, a atleta quer deixar sua marca e uma boa impressão no primeiro compromisso.

5) Mais Brasil

G. Robocop (esq.) e D. Miojo (dir.) em pesagem para o UFC Las Vegas 41. Foto: Montagem SUPER LUTAS

As estrelas brasileiras não param por aí. Depois de um debute convincente, Gregory Robocop está de volta para a segunda luta no Ultimate na temporada. Neste fim de semana, o lutador troca forças com Jun Yong Park, no embate que encerra o card preliminar.

Representante dos moscas (até 56,7kg.), Daniel Lacerda, o Miojo, fará sua primeira luta com as luvas do UFC. O brasileiro chega à empresa com um currículo convincente, somando 11 vitórias e um tropeço. Quem tenta estragar a festa do tupiniquim é Jeff Molina.

Primeira brasileira a subir no octógono, Livinha Souza busca a estabilidade na organização. A atleta vem de derrota e encara a experiente e ‘pendurada’ Randa Markos. Caso vença, a paulista chegará ao quatro triunfo na companhia.

Ficha técnica do UFC Las Vegas 41

Data: 22 de outubro de 2021

Horário: A partir das 14h (horário de Brasília)

Local: UFC Apex, Las Vegas, Estados Unidos

Como assistirSUPER LUTAS AO VIVO em tempo real e Canal Combate (todo o card) pela TV

CARD PRINCIPAL (17h, horário de Brasília)

Peso meio-pesado: Paulo Borrachinha x Marvin Vettori

Peso leve: Grant Dawson x Ricky Glenn

Peso galo: Jessica-Rose Clark x Joselyne Edwards

Peso pena: Alex Caceres x Seungwoo Choi

Peso meio-médio: Francisco Trinaldo x Dwight Grant

Peso meio-pesado: Nicolae Negumereanu x Ike Villanueva

CARD PRELIMINAR (14h, horário de Brasília)

Peso médio: Junyong Park x Gregory Robocop

Peso leve: Mason Jones x David Onama

Peso palha: Tabatha Ricci x Maria Oliveira

Peso médio: Jamie Pickett x Laureano Staropoli

Peso leve: Khama Worthy x Jai Herbert

Peso mosca: Jeff Molina x Daniel Miojo

Peso palha: Livinha Souza x Randa Markos

Peso galo: Jonathan Martinez x Zviad Lazishvili

Podcast #39: Prévia de Aldo, Charles e Amanda + 14 anos de SUPER LUTAS