Jennifer Maia perde revanche e se afasta de nova disputa de cinturão das moscas

Depois de ‘prejuízo’ nos dois rounds iniciais, brasileira volta a ser derrotada por Katlyn Chookagian na decisão dos juízes

Quarta colocada no ranking das moscas (até 52,1kg.), Jennifer Maia encarou uma velha conhecida no octógono. Em combate válido pelo UFC Las Vegas 46 deste sábado (15), a brasileira voltou a enfrentar Katlyn Chookagian e, assim como em 2019, acabou sendo derrotada, novamente, na decisão unânime dos juízes. Com o revés, ela se afasta de uma possível revanche contra Valentina Shevchenko pelo cinturão da divisão.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Maia, que vinha de vitória sobre Jessica Eye em julho de 2021, não consegue uma sequência na organização. Depois de sonhar com uma nova disputa de título, a brasileira sente a ‘pedra no sapato’ e sofre sua oitava derrota. Em sua carreira, agora, são 21 resultados positivos, oito negativos e um empate.

Já Chookagian chega perto de uma nova chance de encarar Shevchenko. A veterana coleciona um cartel de 17 triunfos e quatro reveses em sua trajetória.

PUBLICIDADE:

A Luta

Com certa ‘barreira’ na envergadura, Jennifer Maia teve dificuldade para encurtar a distância no início do combate e viu Katlyn Chookagian conectar os melhores golpes. Superior em pé, a norte-americana surpreendeu ao aplicar uma queda, cair na meia-guarda e, em seguida, apostar na posição de 100kg. para pontuar.

No segundo round, Maia voltou com seu ímpeto agressivo e chegou a desferir boas combinações com jabs e diretos. Chookagian, que já tinha um sangramento abaixo de seus olhos, voltou a colocar a brasileira para baixo na reta final do assalto e tentou um mata-leão. Jennifer foi salva pelo gongo.

PUBLICIDADE:

Jennifer ligou o modo ‘tudo ou nada’ no terceiro assalto. Em clara desvantagem, a representante tupiniquim aplicou um bom chute alto que chegou a balançar sua adversária, mas não conseguiu dar sequência. As duas lutadoras ainda seguiram na trocação franca, com Maia atingindo os melhores golpes – ainda que não tenham sido suficientes para fazê-la virar o combate.

PUBLICIDADE:

Viacheslav Borshchev estreia com o ‘pé direito’ e nocauteia no 1º round

V. Borshchev venceu em sua estreia no UFC. Foto: Reprodução/Instagram @ufcespanol

Estreante da noite, Viacheslav Borshchev foi protagonista do 1º nocaute do Ultimate na temporada de 2022. Apesar de ter sido quedado nos minutos iniciais, o russo soube sofrer e voltou com a luta em pé. Em seguida, já na trocação, o lutador aplicou um duro soco na linha da cintura e fez Dakota Bush ‘dobrar’ para triunfar em seu debute.

Agora, são seis triunfos e um revés na carreira de Borshchev. Por outro lado, Bush sente o ‘sabor amargo’ da terceira derrota. Ele também tem outas oito vitórias.

Resultados do UFC Las Vegas 46

CARD PRINCIPAL 

Peso pena: Calvin Kattar derrotou Giga Chikadze na decisão unânime dos juízes (50-45, 50-44, 50-45)

Peso pesado: Jake Collier finalizou Chase Sherman com um mata-leão a 2m26s do R1

Peso mosca:  Brandon Royval derrotou Rogério Bontorin na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28)

Peso mosca: Katlyn Chookagian derrotou Jennifer Maia na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso leve:  Viacheslav Borshchev derrotou Dakota Bush por nocaute técnico a 3m47s do R1

Peso pena: Bill Algeo derrotou Joanderson Tubarão na decisão unânime dos juízes (29-28, 30-27, 29-28)

CARD PRELIMINAR 

Peso médio: Jamie Pickett derrotou Joseph Holmes na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso meio–médio: Court McGee derrotou Ramiz Brahimaj na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso pena: Brian Kelleher derrotou Kevin Croom na decisão unânime dos juízes (30-27, 29-28, 30-27)

Peso pena: TJ Brown derrotou Charles Rosa na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Podcast #67: Durinho fez o pix para Yanex após nocaute em lutador que falou mal do Brasil + UFC Austin: card do ano