Estreante rouba a cena e finaliza Alex Cowboy no primeiro round, no UFC 254

Shavkat Rakhmonov tem grande performance contra brasileiro e mantém invencibilidade na carreira

S. Rakhmonov aplica guilhotina em A. Cowboy no UFC 254. Foto: Reprodução/Instagram

Não deu para o brasileiro. Único representante tupiniquim no UFC 254, realizado neste sábado (24), em Abu Dhabi, Alex Cowboy não fez frente ao estreante Shavkat Rakhmonov e acabou perdendo por finalização no primeiro round.

Veja Também

Khabib apaga Justin Gaethje, unifica cinturão no UFC 254 e anuncia a aposentadoria no MMA

Cowboy aceitou o desafio nos Emirados Árabes de última hora, substituindo o compatriota Elizeu Capoeira, que deixou o espetáculo por lesão. Alex, que havia prometido um nocaute, acabou sendo vítima da força física e maior envergadura do rival. Em um momento de distração, no clinch, nos segundos finais da primeira etapa, o lutador de Três Rios (RJ) foi desatento e foi pego em uma guilhotina.

Rakhmonov, que chegou no evento invicto, provou que é um nome a ser observado e, agora, atinge a marca de 13 compromissos sem resultado negativo.

O brasileiro, que havia superado uma fase ruim de três derrotas consecutivas, tentará se recuperar nos próximos desafios.

A luta

Alex tomou a iniciativa com um chute baixo, que passou no vazio. Cowboy se movimentava e tentava encontrar a melhor distância para soltar seus golpes. Shavkat mantinha a mão direita engatilhada e seu ataque encontrou o rosto do brasileiro, que balançou, mas conseguiu se agarrar no adversário. Rakhmonov pressionava Alex contra as grades, mas Cowboy seguia travando as ações do oponente. No minuto final, o brasileiro passou a tentar uma queda sobre o adversário, mas Shavkat, maior, controlava a situação. Nos segundos finais, Rakhmonov surpreendeu Alex com uma guilhotina de pé. Com o pescoço laçado, Cowboy não resistiu à posição justa e bateu em desistência.

Tai Tuivasa atropela Stefan Struve e respira no UFC

T. Tuivasa atropelou S. Struve no UFC 254. Foto: Reprodução/Instagram

Na luta contra o gigante Stefan Struve, Tai Tuivasa mostrou que a força bruta pode fazer diferença. Visivelmente menor que o adversário, o australiano fez valer a potência nos punhos e atropelou o rival com um nocaute no segundo final do primeiro round.

Além da alegria do resultado positivo, o triunfo vem em um bom momento para Tai. O atleta encerra uma sequência negativa de três apresentações.

Veterano no esporte, Struve, neste final de semana, atingiu a marca de 42 compromissos no MMA. A fase do holandês, no entanto, não é boa. São cinco reveses nas últimas seis apresentações.

Casey Kenney derrota Nathaniel Wood em luta emocionante

C. Kenney (esq.) derrotou N. Wood (dir.) no UFC 254. Foto: Reprodução/Instagram

Em luta realizada em peso casado (até 63,5kg.), Casey Kenney e Nathaniel Wood deram um verdadeiro show em Abu Dhabi. Candidata à ‘Luta da Noite’, os atletas travaram um duelo de trocação franca por 15 minutos, que coroou Kenney como vencedor na decisão unânime dos juízes.

Chegando à sua sexta luta com as luvas do UFC, Casey confirmou a boa fase e conquistou a terceira vitória consecutiva. A apresentação foi o quarto compromisso do norte-americano em 2020.

Conhecido pela sua versatilidade, Wood perdeu a segunda luta no Ultimate. Na terceira aparição deste ano, Nathaniel somou o segundo revés em 2020.

Sam Alvey empata e se complica na organização

S. Alvey (esq. e D. Jung (dir.) empataram no UFC 254. Foto: Reprodução/Instagram

Conhecido como ‘Homem Sorriso’, Sam Alvey segue sem motivos para comemorar no Ultimate. Na corda-bamba, após quatro derrotas consecutivas, o norte-americano não conseguiu a vitória e empatou no confronto contra Da Un Jung, no card preliminar.

Com o resultado, Alvey se aproxima de uma dispensa do UFC. O atleta não vence um confronto desde junho de 2018, quando superou Gian Villante.

Jung, que estava invicto na empresa em duas apresentações, deixa o octógono sem o resultado positivo pela primeira vez. O atleta, no entanto, segue sem perder em 13 confrontos.

Ex-Invicta FC, Miranda Maverick estreia com nocaute no Ultimate

M. Maverick (dir.)derrotou L. Jojua (esq.) no UFC 254. Foto: Reprodução/Instagram

Conhecida pelas suas finalizações, Miranda Maverick surpreendeu em sua estreia no Ultimate. No confronto contra Liana Jojua, a jovem de 23 anos foi superior e conseguiu um triunfo por nocaute técnico, via interrupção médica, no primeiro round.

No fim da primeira etapa, Liana acabou pega por uma cotovelada, que abriu um corte e um consequente sangramento abundante. Após o fim da etapa, Jojua foi avaliada pelos médicos e impedida de seguir no confronto.

O triunfo marcou a 8ª vitória de Maverick na carreira. A lutadora, agora, soma 10 compromissos no MMA.

Joel Alvarez finalizou Alexander Yakovlev na primeira luta da noite

J. Alvarez finaliza A. Yakovlev no UFC 254. Foto: Reprodução/Instagram

A juventude venceu a experiência. Na luta que abriu o UFC 254, Joel Alvarez não tomou conhecimento do veterano Alexander Yakovlev e finalizou o rival com apenas três minutos de embate.

Joel, de 27 anos, confirmou a boa fase na carreira e chegou à sua terceira vitória consecutiva no Ultimate. Com as luvas da organização, o espanhol, agora, tem três triunfos consecutivos e apenas um revés, perdendo apenas na sua estreia.

Profissional no MMA desde 2004, Yakovlev, de 36, acabou se complicando no resultado deste sábado. Atingindo a marca de 37 compromissos no esporte, o russo sofreu a quarta derrota nas últimas cinco apresentações.

Resultados do UFC 254

CARD PRINCIPAL

Peso leve: Khabib Nurmagomedov finalizou Justin Gaethje com um triângulo a 1m34s do R2 – Luta pela unificação dos cinturões

Peso médio: Robert Whittaker derrotou Jared Cannonnier na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso pesado: Alexander Volkov derrotou Walt Harris por nocaute técnico a 1m15s do R2

Peso médio: Phil Hawes derrotou Jacob Malkoun por nocaute a 18s do R1

Peso mosca: Lauren Murphy finalizou Liliya Shakirova com um mata-leão a 3m31s do R2

Peso meio-pesado: Magomed Ankalaev derrotou Ion Cutelaba por nocaute a 4m19s do R1

CARD PRELIMINAR

Peso pesado: Tai Tuivasa derrotou Stefan Struve por nocaute a 4m59s do R1

Peso casado (até 63,5kg): Casey Kenney derrotou Nathaniel Wood na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 30-27)

Peso meio-médio: Shavkat Rakhmonov finalizou Alex Cowboy com uma guilhotina a 4m40s do R1

Peso meio-pesado: Sam Alvey e Da Un Jung empataram na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 28-28)

Peso mosca: Miranda Maverick derrotou Liana Jojua por nocaute técnico (interrupção médica) a 5m do R1

Peso leve: Joel Alvarez finalizou Alexander Yakovlev com uma chave de braço a 3m do R1

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments