Cinco motivos para assistir o UFC 226 neste sábado

Entre no clima do UFC 226 com a superluta de Stipe Miocic x Daniel Cormier e descubra porque você não pode deixar de acompanhar o evento

S. Miocic (Esq.) e D. Cormier (Dir.) fazem a luta principal do evento em Las Vegas. Foto: Reprodução/Instagram @dc_mma

Em um fim de semana de quartas de final na Copa do Mundo, onde as atenções estão voltadas para a Rússia. Os fãs do MMA se juntam em Las Vegas na Semana Internacional da Luta que iniciou na quarta-feira e seu ponto alto é o UFC 226 neste sábado (07). Neste solo não tem Cristiano Ronaldo, Messi ou Neymar Jr., mas vai realizar um espetáculo com a superluta entre os campeões Daniel Cormier e Stipe Miocic. O vencedor será o detentor do cinturão dos pesados.

Veja Também

TUF 27 Finale: Ismael Adesanya dá aula, domina Brad Tavares e mantém invencibilidade
UFC 226: Sem susto, Cormier e Miocic confirmam luta pelo cinturão dos pesados
Ronda Rousey entra para a história ao se tornar a primeira mulher no Hall da Fama do UFC
Vídeo: Cormier cai em coletiva de imprensa do UFC 226 e assusta todos

Na semifinal do MMA, ou evento co-principal estão escalados de última hora, os pesos pesados Francis Ngannou e Derrick Lewis. O embate originalmente escolhido era entre o campeão dos leves, Max Holloway e Brian Ortega, mas com problemas de saúde ‘Blessed’ foi cortado e a luta foi cancelada.

O time do Brasil ao contrario do futebol terá três combatentes: Paulo Borrachinha, Raphael Assunção e Gilbert Durinho.

Para você entrar no clima do UFC 226, preparamos cinco motivos para você assistir o evento.

Daniel Cormier o melhor lutador de todos os tempos?

D. Cormier tem em sua carreira 22 lutas, 20 vitórias e apenas duas derrotas. Foto: Reprodução/Instagram @dc_mma

Ex-campeão peso pesado do extinto Strikeforce e o atual campeão meio-pesado do UFC, Daniel Cormier está em busca do cinturão da categoria até 120,2kg. Por isso, ele acredita que se vencer poder será considerado o melhor lutador peso por peso vivo.

Com um cartel de 22 lutas no MMA profissional, com 20 vitórias, uma derrota e uma luta sem resultado. DC está no Ultimate desde 2013 quando deixou o Strikeforce e em sua carreira, perdeu apenas para o ex-campeão, Jon Jones.

Cormier em sua história no MMA venceu grandes lutadores como: Dan Henderson, Anderson Silva, Roy Nelson, Frank Mir e Alexander Gustafsson. Ele vem de vitória sobre Volcan Oezdemir por nocaute técnico em janeiro deste ano no UFC 220.

Stipe Miocic, o maior peso pesado da história

S. Miocic no UFC 226 coloca o cinturão dos pesados em disputa pela quarta vez. Foto: Reprodução/Instagram @stipemiocic

O campeão dos pesados se consagrou o maior lutador da categoria ao defender seu cinturão pela terceira vez consecutiva contra Francis Ngannou e sair com uma vitória. O embate ocorreu no UFC 220 em janeiro deste ano. Depois do triunfo, o norte-americano afirmou “sou o campeão, quebrei o recorde. Eu sou o melhor”.

Detentor do cinturão dos pesados desde 2016, Stipe Miocic tem um cartel de 20 lutas, 18 vitórias e duas derrotas. Ele estreou no Ultimate em outubro de 2011 com uma vitória sobre Joey Beltran por decisão unânime. Em sua carreira já conquistou duas lutas da noite contra Stefan Struve e Junior Cigano. Também levou três prêmios de performance da noite sobre Fabio Maldonado, Andrei Arlovski e Cigano. Em 2015 contra Mark Hunt, o campeão bateu o record de mais golpes desferidos com 365 e maior diferença de golpes acertados em relação ao adversário.

Paulo Borrachinha e Uriah Hall

P. Borrachinha teve uma ascensão meteórica nos médios do UFC. Foto: Reprodução/Instagram @borrachinhamma

Encerrando o card preliminar, o brasileiro Paulo Borrachinha encara o norte-americano, Uriah Hall buscando entrar para o grupo de melhores pesos médios do Ultimate. O mineiro invicto no MMA tem 11 vitórias em 11 lutas como profissional e vem em uma ascensão meteórica no UFC. Além de ter recebido elogios do presidente, Dana White após sua vitória sobre Johny Hendricks no UFC 217.

Revelado no The Ultimate Fighter 17, chegou à final depois de mandar seus adversários para o hospital, hoje é apelidado de ‘Homem Ambulância’. Uriah Hall tem 33 anos e um cartel de 21 lutas, com 13 vitórias e oito derrotas. No Ultimate foram 12 embates com seis triunfos e seis revezes.

Raphael Assunção e Gilbert Durinho

R. Assunção em caso de vitória vai pedir um disputa de cinturão. Foto: Reprodução/Instagram @raphaassuncao

O peso leve Gilbert Durinho é o primeiro brasileiro a entrar no octógono e enfrenta Dan Hooker. ‘Burns’ aos 31 anos de idade, tem um cartel de 15 lutas, com 13 vitórias e duas derrotas. O carioca vem de dois triunfos contra Jason Saggo e Dan Moret, as duas por nocaute no segundo round.

Seu adversário, Dan Hooker já fez 23 lutas na carreira, 16 vitórias e sete derrotas. O lutador neozelandês vem de três vitórias consecutivas sobre Ross Pearson, Marc Diakiese e Jim Miller.

No penúltimo embate do card preliminar, Raphael Assunção luta contra Rob Font. O brasileiro é considerado um dos melhores lutadores do peso galo do Ultimate, mas até hoje não conseguiu disputar o cinturão da categoria. Por isso, ele afirmou que em caso de vitória sobre o norte-americano, não aceitará outro combate que não seja pelo título da categoria.

O brasileiro tem um cartel de 31 lutas no MMA profissional, com 26 vitórias e cinco derrotas. Ele vem de três resultados positivos consecutivos. Já Rob Font tem 18 embates, 15 triunfos e três reveses.

Vale ficar de olho

C. Millender deixou o Legacy e iniciou sua carreira no Ultimate em fevereiro deste ano. Foto: Reprodução/Instagram @curtiouscurtis170

Gohkan Saki é um experiente kickboxer de 34 anos que teve sua estreia no Ultimate em setembro de 2017. Em sua primeira luta nocauteou o brasileiro Henrique Frankenstein no primeiro round. O lutador turco foi convocado a voltar ao octógono em dezembro do mesmo, mas lesão no joelho adiou seu segundo combate. Neste sábado, ele terá pela frente Khalil Rountree, que tem um cartel irregular no Ultimate. E será um bom teste para Saki se consolidar na categoria dos meio-pesados.

Após conquistar duas vitórias consecutivas no Legacy FC, Curtis Millender foi contratado pelo Ultimate. Em sua estreia o norte-americano enfrentou Thiago Alves e com joelhada conseguiu um nocaute. Com a vitória, ele embalou a sétima vitória seguida na carreira. No sábado, o lutador encara Max Griffin nos meio-médios. Em caso de triunfo, ‘Curtious’  deve entrar no Top 15 da categoria.

Ficha técnica do UFC 226

DATA E HORÁRIO: 07/07/2018, a partir das 19h45min (horário de Brasília)

LOCAL: T-Mobile Arena, Las Vegas, Estados Unidos

TRANSMISSÃO: Canal Combate

Card Principal

Peso pesado: Stipe Miocic x Daniel Cormier

Peso pesado: Francis Ngannou x Derrick Lewis

Peso meio-médio: Mike Perry x Paul Felder

Peso leve: Michael Chiesa x Anthony Pettis

Peso meio-pesado: Gokhan Saki x Khalil Rountree

Card Preliminar

Peso médio: Paulo Borrachinha x Uriah Hall

Peso galo: Raphael Assunção x Rob Font

Peso leve: Lando Vannata x Drakkar Klose

Peso meio-médio: Max Griffin x Curtis Millender

Peso leve: Gilbert Durinho x Dan Hooker

Peso mosca: Jamie Moyle x Emily Whitmire

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário