Thiago Marreta e Alex Cowboy são favoritos para lutas principais do UFC São Paulo

Por outro lado, Minotouro é azarão na disputa contra Sam Alvey

Cowboy (foto) é favorito no UFC São Paulo. Foto: SUPER LUTAS / MMA Press

O Ultimate desembarca pela última vez no Brasil em 2018 para o UFC Fight Night São Paulo. O show acontece na noite deste sábado (22), no Ginásio do Ibirapuera e traz uma legião de atletas do país em ação. Como não poderia deixar de acontecer, o mercado de apostas ficou agitado com o show na capital paulistana.

No card principal do show, os Thiago Marreta e Alex Cowboy são favoritos para suas disputas. Por outro lado, o veterano Rogerio Minotouro é o azarão na disputa contra Sam Alvey. Confira os prognósticos para o card principal com base nas cotas do Oddsshark.com.

Thiago Marreta x Eryk Anders

O combate entre Thiago Marreta e Eryk Anders precisou ser casado às pressas depois que o adversário original do brasileiro, Jimi Manuwa, se contundiu na última segunda-feira. Anders, que recentemente esteve no Brasil para enfrentar Lyoto Machida, aceitou o desafio mesmo com tão pouco tempo para se preparar. Ambos os lutadores vieram da divisão dos médios (até 84 kg), e farão suas estreias entre os meio-pesados (até 93 kg).

Marreta vinha em uma ótima sequência de quatro triunfos até ser nocauteado por David Branch em abril. Ele se recuperou ao vencer Kevin Holland por decisão unânime no UFC Los Angeles, há pouco mais de um mês. Apesar da mudança de adversário, a estratégia do brasileiro permanece a mesma, buscar o nocaute. Desta forma, ele obteve 12 de suas 18 vitórias.

Anders também passa por um processo de recuperação. Em fevereiro, o norte-americano sofreu o primeiro revés da carreira diante de Lyoto Machida, no UFC Belém, mas deu a volta por cima seis meses depois, no UFC Lincoln, em que não apenas nocauteou Tim Williams, como ganhou o prêmio de Performance da Noite. Seu cartel é de 11 vitórias e uma derrota.

Marreta conta com um sutil favoritismo. Se for bem-sucedida, a aposta no brasileiro renderá 64%, enquanto o retorno para uma vitória do norte-americano será de R$ 2,25/R$ 1,00.

Alex Cowboy x Carlo Pedersoli

A co-luta principal tem potencial para ser a mais lucrativa da noite. Para que isto aconteça, o norte-americano Carlo Pedersoli precisará superar o favorito Alex Cowboy, 14º colocado no ranking da divisão dos meio-médios.

Depois de superar o ex-campeão Carlos Condit no UFC Glendale, Cowboy esperava enfrentar um adversário de mais peso. Seu oponente original seria Neil Magny, que cancelou a participação de última hora para participar do UFC Argentina. O meio-médio, que tem um cartel de 19 vitórias, cinco derrotas e um empate, esbanja confiança, e tem dito em entrevistas que além de nocautear, ganhará o prêmio de Performance da Noite.

Esta será a segunda luta de Pedersoli pelo UFC. Como credenciais, o norte-americano tem a vitória na estreia contra Bradley Scott, no UFC Fight Night 130, em Liverpool, além de um cartel de 11 vitórias e uma derrota. Ele está invicto há três anos, com oito lutas disputadas no período.

Os números do Oddsshark.com apontam que se Pedersoli levar a melhor, o lucro será de 300%. Resultado mais provável, a vitória de Cowboy está cotada em R$ 1,25/R$ 1,00.

Rogério Minotouro x Sam Alvey

Em seu retorno ao octógono depois de ser absolvido da acusação de doping, o meio-pesado Rogério Minotouro terá um enorme desafio pela frente. Sam Aley é um lutador experiente, apesar de ser 10 anos mais jovem que o brasileiro, e atravessa um momento favorável.

Foi em São Paulo que Minotouro lutou pela última vez, em novembro de 2016. Na ocasião, perdeu por nocaute para Ryan Bader. Antes de ter sua trajetória interrompida, o veterano já não vinha bem, com três reveses nos últimos quatro combates. Com um cartel de 22 vitórias e oito derrotas, Rogério já provou ser um lutador de primeiro nível, mas não se sabe em que condições se dará esta volta.

Alvey, por sua vez, encontra-se em plena atividade, e já calçou as luvas duas vezes em 2018. O norte-americano nocauteou Marcin Prachino, em fevereiro, e venceu Gian Villante, por decisão divida, no ínicio de junho. O ex-campeão do MFC (Maximum Fighting Championship) tem um cartel de 33 vitórias, 10 derrotas e um no contest.

Com retorno previsto de R$ 3,30 por real apostado, um eventual triunfo de Minotouro será  extremamente lucrativo para os apostadores, mas é Alvey o mais cotado para levar a melhor. Se o norte-americano vencer, o investidor terá 33% de lucro.

UFC São Paulo

22 de setembro de 2018

CARD PRINCIPAL (23h30, de Brasília):

Peso-meio-pesado: (R$ 1,64) Thiago Marreta x Eryk Anders (R$ 2,25)

Peso-meio-médio: (R$ 1,25) Alex Cowboy x Carlo Pedersoli (R$ 4,00)

Peso-meio-pesado: (R$ 3,30) Rogério Minotouro x Sam Alvey (R$ 1,33)

Peso-galo: (R$ 1,77) Renan Barão x Andre Ewell (R$ 2,00)

Peso-palha: (R$ 1,90)  Randa Markos x Marina Rodriguez (R$ 1,83)

CARD PRELIMINAR (19h45, de Brasília):

Peso-leve: (R$ 1,28) Charles do Bronx x Christos Giagos (R$ 3,65)

Peso-leve: (R$ 1,35) Francisco Massaranduba x Evan Dunham (R$ 3,25)

Peso-meio-pesado: (R$ 2,40) Luis Henrique KLB x Ryan Spann (R$ 1,58)

Peso-pesado: (R$ 1,38) Augusto Sakai x Chase Sherman (R$ 3,00)

Peso-meio-médio: (R$ 1,33) Serginho Moraes x Ben Saunders (R$ 3,30)

Peso-mosca: (R$ 2,15) Mayra Sheetara x Gillian Robertson (R$ 1,69)

Peso-médio: (R$ 2,05) Thales Leites x Hector Lombard (R$ 1,74)

Peso-meio-médio: (R$ 1,14) Elizeu Capoeira x Luigi Vendramini (R$ 5,50)

Peso-palha: (R$ 1,08) Lívia Renata Souza x Alex Chambers (R$ 8,00)

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário