Lutador que ofendeu brasileiros é massacrado no UFC Austin e perde com nocaute brutal no primeiro round

Pivô de polêmica com população tupiniquim, Tony Kelley sofre diante de Adrian Yanez e tem derrota marcante no card principal

T. Kelley foi atropelado por A. Yanez no UFC Austin. Foto: Reprodução/Instagram

O ‘peixe morre pela boca’. Tal frase pode ser facilmente associada a Tony Kelley. Responsável por criticar a população brasileira em maio, quando participava do córner da companheira Andrea Lee, o peso galo (até 61,2kg.) pagou o preço de forma dura. No confronto que abriu card principal do UFC Austin, neste sábado (18), Adrian Yanez vingou a torcida tupiniquim e calou o rival com um verdadeiro massacre, encerrado com um nocaute ainda no primeiro round (clique aqui para ver o vídeo do nocaute).

PUBLICIDADE:

Veja Também

Com a vitória, Adrian amplia o bom momento na carreira. O novo resultado positivo garante a invencibilidade do atleta no Ultimate e o consolida como promessa da divisão liderada por Aljamain Sterling.

Alvo de vaias da torcida presente no Moody Center, Kelley foi mais uma vítima da agressividade de Yanes. Superado de forma dura, o atleta teve interrompida uma sequência de duas vitórias.

PUBLICIDADE:

A luta

O confronto começou com Kelley tomando a iniciativa com uma sequência de chutes altos. Yanez economizava nos ataques e aguardava o melhor momento para atacar. Na metade do assalto, Adrian levantou a torcida ao conectar um cruzado no rival. Restando pouco mais de dois minutos para o fim da etapa, Yanez balançou Tony com uma sequência de socos. A situação de Tony passava a ser dramática. O ‘bad boy’ sofria com as investidas do oponente. Percebendo a condição de Kelley, o árbitro optou por interromper a batalha.

Confira as estatísticas do UFC Austin

PUBLICIDADE:

Resultados do UFC Austin

CARD PRINCIPAL

PUBLICIDADE:

Peso pena (até 65,7kg.): Josh Emmett derrotou Calvin Kattar na decisão dividida dos juízes (48-47, 47-48, 48-47)

Peso meio-médio (até 77kg.): Kevin Holland derrotou Tim Means por finalização (triãngulo) aos 1m28s do R2

Peso médio: Joaquin Buckley derrotou Albert Duraev por nocaute técnico (interrupção médica) no R3

Peso leve (até 70,3kg.): Damir Ismagulov derrotou Guram Kutateladze na decisão majoritária dos juízes (28-28, 29-28, 30-27)

Peso médio (até 83,9kg.): Gregory Robocop derrotou Julian Marquez por nocaute (socos) aos 3m18s do R1

Peso meio-médio (até 77kg.):  Adrian Yanez derrotou Tony Kelley por nocaute técnico (socos) aos 3m49s do R1

CARD PRELIMINAR

Peso mosca (até 56,7kg.): Natália Silva derrotou Jasmine Jasudavicius na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-26, 30-27)

Peso meio-médio (até 77kg.): Jeremiah Wells derrotou Court McGee por nocaute aos 1m34s do R1

Peso pena (até 65,7kg.): Ricardo Carcacinha derrotou Danny Chavez por nocaute aos 1m12s do R1

Peso palha (até 52,1kg.): Maria Oliveira derrotou Glorinha de Paula na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28)

Peso galo (até 61,2kg.): Cody Stamann derrotou Eddie Wineland por nocaute técnico (socos) aos 59s do R1

Peso médio (até 83,9kg.): Phil Hawes derrotou Deron Winn por nocaute técnico (socos) aos 4m25s do R2

Peso médio (até 83,9kg.): Roman Dolidze derrotou Kyle Daukaus por nocaute aos 1m13s do R1

Podcast #67: Durinho fez o pix para Yanex após nocaute em lutador que falou mal do Brasil + UFC Austin: card do ano